Direito de escolha

   
   

O direito de escolha é um patrimônio a ser permanentemente protegido pelas sociedades democráticas. Nada justifica abrir mão dele. Toda tentativa de cercear-nos as escolhas deve ser repelida, não importa a justificativa. Fazer escolhas é mover-nos por nossas opiniões. Quando abrimos mão desse direito, passamos a viver tutelados pela vontade de poucos e perdemos a capacidade de evoluir. No momento em que o mundo discute atitudes importantes para um futuro sustentável, é preciso estar vigilante para que as melhores intenções da responsabilidade socioambiental não disfarcem, simultaneamente, objetivos absolutistas. Nada é mais saudável do que o livre exercício dos nossos direitos.

   
   
             
Associação Brasileira de Agências de Publicidade Escola Superior de Propaganda e Marketing